Vida adulta

13511606_10209805416111282_241483106_n

Então, por causa da humilhação da foto do RG de 1996 – na qual eu pareço um bichinho de goiaba – mais a necessidade de voltar a ser cidadã brasileira, fui ao poupatempo atualizar os documentos. Pra começo de conversa, preciso de um RG novo. No processo de retirada do RG novo, perdi o CPF, mas encontrei um senhor que anda pelas ruas vendedo balaios de bambu, coisa que eu sempre quis ter em casa embora no papel eu ainda nem tenha uma casa. Apaixonei-me por um apartamento, mas o rapaz que vai dividir teto comigo também tem problemas com documento e por isso o nosso teto ainda não saiu do papel. Descobri que o moço dos balaios é da mesma cidade que eu e assim, em vez de ter que contar com o acaso para poder encontrá-lo quando eu já tiver uma casa, combinamos de no sábado ele me entregar o balaio na nossa cidade natal. Ele vai deixar o balaio na farmácia do seu João, onde minha tia trabalha, e eu fui a portadora da triste notícia: seu João morreu. O moço do balaio não sabia se comemorava a venda ou lamentava a morte e na dúvida fez os dois. Combinada a compra, achei o CPF, mas agora não encontro minha carteira de trabalho. De tudo, fica a certeza: eu não nasci para a vida prática, mas tenho sorte para negociar balaios.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s