sobre plantas e amadurecimento

suculenta

ser adulto não é fácil e a gente ainda cai de surpresa nessa roubada. um dia eu saí de casa para estudar e de repente estava trabalhando, pagando contas, assinando pacote de internet, comprando jogo de panela, pagando multa de trânsito, declarando imposto de renda, indo sozinha ao hospital e chorando debaixo do chuveiro.

é desesperador no começo, mas depois a gente acostuma e aprende a criar ilhas de conforto em meio ao caos. tem gente que faz yoga, terapia, capoeira, trabalho social, gente que joga videogame ou toca violão. e quase todo mundo cuida de plantas. é a tendência entre os jovens adultos que me cercam.

minha melhor amiga contou que quer sair do apartamento, precisa de uma casa. não é pelos vizinhos, nem pela falta de privacidade. é pelas orquídeas, que precisam de mais espaço. mandou foto da cozinha e da varanda: tudo tomado por vasinhos. outra amiga contou no facebook que comprou sua primeira plantinha e já está apaixonada, quer encher a kitnet de vasinhos.

aqui em casa começou com um pezinho de manjericão e a intenção de fazer molhos de tomate caseiros. hoje, são 17 vasos, entre cactos, suculentas, pimenteira, ervas e temperos. viajei por uns dias e quando voltei o tomilho tinha morrido por falta d’água. fiquei abalada.

cuidar de planta é trabalho delicado. exige observação e sensibilidade para perceber que se está colocando água de mais ou de menos. requer pequenas e constantes mudanças: tira o vaso daqui, muda pra lá, bota essa no sol, transplanta aquela para um vaso maior. precisa de planejamento prévio para dias de viagem.

cuidando bem, o manjericão solta flores pequenininhas que têm mais sabor que as folhas. o hortelã, além de bom para chá, deixa no ar um cheirinho doce quando a gente coloca água no começo da noite, e dinheiro em penca é uma planta linda que pega em qualquer lugar e se derrama em cachinhos verdes.

ser adulto não é fácil, e nos últimos dias eu enfrentei filas, chorei, trabalhei com o que não gosto, paguei conta atrasada, ralei para receber o dinheiro do freela, acordei cedo, me inscrevi em concurso, fiquei com 2 reais na conta, o café acabou bem na hora que eu precisava, andei no sol, a sacola estourou na rua, choveu e eu estava sem guarda-chuva, arrumei um guarda-chuva e o vento virou ele do avesso, um carro passou na poça e jogou água em mim, outra conta venceu, comprei uma lâmpada queimada, a roupa que botei para lavar manchou, mas no fim do dia, sentada no sofá, notei aquele pontinho cor de rosa em meio ao verde. a suculenta estava em flor.

Advertisements

2 thoughts on “sobre plantas e amadurecimento

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s